Tomaram Suco de Caju!

blog-307.jpg

Flusinho e Banco Rural Suspeitos de Esquema

Investigação da morte de um comissário de bordo revela dossiê envolvendo o clube

“A investigação da morte de um comissário de bordo, em dezembro, levou a Polícia Civil a um dossiê envolvendo o Fluminense e o Banco Rural, que teria protegido o clube do pagamento de dívidas trabalhistas entre 1999 e 2003. Nessa época, David Fischel ocupava a presidência tricolor.

Segundo a reportagem da edição deste domingo do jornal “Extra”, Daniel Gustavo Pereira de Jesus – que se atirou ou foi jogado do Hotel Pestana, em Copacabana – possuía um dossiê no fundo falso do seu laptop. O documento mostra como o esquema fraudulento seria operado e contém extratos bancários, demonstrativos financeiros, requisições de cheques administrativos e mandados de penhora expedidos por juízes trabalhistas.

As manobras aconteciam de diversas formas. Numa delas, um funcionário do Banco Rural desviava o dinheiro depositado pelo patrocinador para outra conta, com o objetivo de que não fosse encontrado pela Justiça. Em outra, a agência fazia a transferência do dinheiro quando um oficial de Justiça chegava ao banco para executar o bloqueio de uma conta questionada. Segundo o dossiê, o clube usava sete contas bancárias para o operar esquema.

Quando o Fluminense negociava um jogador, a agência do banco avisava ao clube quando o dinheiro caía na conta corrente para que o saque fosse feito por meio de carros fortes.

[…]”

Leia a Matéria Completa (GloboEsporte.com)

Explore posts in the same categories: Saiu na Imprensa

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: