Doe Sangue!

A Campanha foi iniciada pelo Blog Flamengo, Futebol e Afins. O Blog Futebol do Rio também apoiou…E agora nós assinamos em baixo!

O Rio de Janeiro sofre com o aumento do número de casos de dengue na população. Com o cenário que tomou conta do Estado, o HEMORIO teve um aumento de 30% na demanda de sangue, mais precisamente na solicitação de plaquetas. A transfusão do componente sangüíneo é necessária em alguns casos de dengue para compensar a queda sofrida pelos pacientes, principalmente aqueles que apresentam a forma hemorrágica da doença.

As plaquetas são responsáveis pela coagulação do sangue. Através da doação, a bolsa de sangue é fracionada; e são separados seus componentes – hemácias, plaquetas e plasmas.
Para transfusão em um adulto, são utilizadas cerca de sete bolsas de plaqueta, ou seja são necessários sete doadores de sangue.

As plaquetas sofrem mais um agravante, pois seu tempo de armazenagem é pequeno – cinco dias, principalmente, se comparado às hemácias que podem ser estocadas por até 42 dias;daí a importância da doação de sangue sistemática.

A doação de sangue é um ato voluntário e altruísta que SALVA VIDAS.

Doar sangue é seguro e quem doa uma vez, não é obrigado a doar sempre. No entanto, é muito importante que pessoas saudáveis doem regularmente. Se você quer ser um doador voluntário de sangue, leia abaixo algumas orientações antes de decidir pela sua doação

Uma informação importante é que a doação não é um meio para se testar para AIDS ou outro agente infeccioso, pois há um período entre a infecção e a sua identificação pelos exames laboratoriais, chamado de Janela Imunológica, que pode variar de semanas a meses dependendo do tipo de agente infeccioso. Durante o período de janela imunológíca os testes laboratoriais revelam-se negativos e o agente infeccioso pode ser transmitido através da transfusão de sangue.

Portanto, se você estiver em dúvida se pode ou não doar sangue, leia mais os textos a seguir ou ligue para o DISQUE SANGUE – 0800-2820708. Da sinceridade e consciência do doador pode depender a saúde de quem receberá a transfusão de sangue.

Você pode participar doando sangue e/ou divulgando a importância da doação de sangue.
Como doar

Há 03 principais tipos de doação :de sangue total, por aférese e doação autóloga.

Doação de Sangue Total: é a doação habitual, onde até 450 ml de sangue são coletados em uma bolsa produzida com materiais e soluções que permitem a preservação do sangue. Os homens podem doar de 2 em 2 meses, até 4 vezes ao ano e as mulheres podem doar de 3 em 3 meses até 3 vezes ao ano.
• COMO É FEITA UMA DOAÇÃO DE SANGUE TOTAL ?

1- Cadastro: O doador, portando um documento oficial com foto, é cadastrado e recebe um questionário para ser respondido. Esse questionário tem o objetivo de avaliar se há alguma situação ou doença que impeça a doação de sangue, portanto as respostas devem ser sinceras e qualquer dúvida deve ser esclarecida na próxima etapa – a triagem clínica.
2- Triagem clínica: O doador é entrevistado e examinado por profissional de saúde , em local que garanta a privacidade e o sigilo das informações. Esse profissional verifica as respostas do questionário e avalia pessoas com alto risco de transmitir doenças pelo sangue. O doador deve ser consciente de que as suas respostas são muito importantes para garantir a sua integridade física, bem como a de quem vai receber o seu sangue. A segurança do paciente que recebe transfusão começa com o doador.
3- Coleta de sangue: A coleta de sangue dura no máximo 10 minutos. Todo o material utilizado é estéril e descartável Não há risco de contrair doenças doando sangue.
4- Lanche – após a doação o doador recebe um lanche e informações sobre os cuidados básicos que devem ser tomados após a coleta do sangue.
• TODAS AS PESSOAS PODEM DOAR SANGUE ?

Há critérios que permitem ou que impedem uma doação de sangue, que são determinados por Normas Técnicas do Ministério da Saúde, e visam à proteção ao doador e a segurança de quem vai receber o sangue
• REQUISITOS BÁSICOS PARA DOAR SANGUE

– Portar documento oficial de identidade com foto (identidade, carteira de trabalho certificado de reservista ou carteira do conselho profissional)
– Estar bem de saúde
– Ter entre 18 e 65 anos
– Pesar no mínimo 50 Kg
– Não estar em jejum. Evitar apenas alimentos gordurosos nas 3 horas que antecedem a doação
– Não estar incluído em grupos com ocorrência freqüente de situações de risco para contaminação pelo HIV (fonte: http://www.aids.gov.br – prevenção) , tais como:
– Permanência em prisões;
– Usuários de drogas injetáveis;
– Profissionais do sexo;
– Homens que fizeram sexo com outro(s) homem(ns).”
• ALGUMAS SITUAÇÕES QUE IMPEDEM PROVISORIAMENTE A DOAÇÃO DE SANGUE:

– Febre – acima de 37°C
– Gripe ou resfriado
– Gravidez
– Puerpério: impedimento de 90 dias após o parto normal e de 180 dias após a cesariana
– Uso de alguns medicamentos
– Anemia
– Cirurgias e prazos de impedimento:
– Extração dentária 72 horas
– Apendicite, hérnia, amigdalectomia, varizes: 3 meses.
– Colecistectomia, histerectomia, nefrectomia, redução de fraturas, politraumatismos sem seqüelas graves, tireoidectomia, colectomia: 6 meses.
– Ingestão de bebida alcoólica no dia da doação.
– Tatuagem: 01 ano sem doar
– Vacinação: o tempo de impedimento varia de acordo com o tipo de vacina
– Transfusão de sangue: impedimento por 01 ano
– Ter tido parceiro sexual exposto a situação de risco para AIDS: inapto enquanto mantiver relações sexuais com este parceiro
– Amamentação
• ALGUMAS SITUAÇÕES QUE IMPEDEM DEFINITIVAMENTE A DOAÇÃO DE SANGUE:

– Hepatite B – soropositvo para o vírus da hepatite B (HbsAg e/ou anti-HBc)
– Hepatite C – soropositivo para o anti-HCV
– HIV- soropositivo para o anti-HIV
– Doença de Chagas
– Sífilis – soropositivo para marcadores da sífilis
– HTLV – soropositivo para HTLV I/II
– Alcoolismo crônico

Saiba mais sobre os critérios de doação pelo disque sangue ou na home page:
http://www.anvisa.gov.br/sangue/legis/resolucoes.htm – Resolução RDC 153 de 14/06/2004

O HEMORIO dispõe de folhetos para divulgação e esclarecimentos sobre doação de sangue, para obtê-los contacte

Este endereço de e-mail está protegido contra spam bots, pelo que o Javascript terá de estar activado para poder visualizar o endereço de email ou Tel: (21) 2299-9434
• O QUE É FEITO COM O SANGUE APÓS A DOAÇÃO?

1 -Fracionamento: A bolsa de sangue total é centrifugada e separada em 03 componentes:
Concentrado de hemácias
Concentrado de plaquetas
Plasma
2- Exames laboratoriais: são realizados exames para determinação do Grupo sanguíneo e para detecção de doenças transmissíveis pelo sangue.
3- Liberação da bolsa – após a realização dos exames laboratoriais, a bolsa de sangue é liberada para transfusão.
4- Transfusão – o sangue é utilizado principalmente nas grandes emergências (acidentes de trânsito, por armas, hemorragias agudas etc), nas cirurgias e em pacientes com doenças oncológicas e hematológicas.
O HEMORIO distribui sangue para mais de 200 hospitais públicos e conveniados com o SUS do Estado do Rio de Janeiro.

DISQUE SANGUE: 0800-2820708

O HEMORIO localiza-se na Rua Frei Caneca, 8, Centro – Rio de Janeiro
Horário de funcionamento: todos os dias de semana, de 7 às 18 horas, inclusive finais de semana e feriados.

Explore posts in the same categories: Em OFF

One Comment em “Doe Sangue!”

  1. Pedro Silveira Says:

    Eu também assino embaixo !


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: